Motoristas por App de outras cidades não devem trabalhar em CG a partir do SJ, prevê projeto

Um projeto de lei que regulamenta o transporte por aplicativo em Campina Grande foi entregue na tarde desta terça-feira (7) na Câmara Municipal pelo prefeito Romero Rodrigues. O documento foi recebido pela presidente do poder legislativo municipal, vereadora Ivonete Ludgério, e deve ser votado ainda esse mês. Uma das ideias da regulamentação é proibir que motoristas por aplicativo de outras cidades trabalhem em Campina Grande. A ideia é tornar o projeto uma Lei antes do período do São João, quando é grande o número de profissionais que vêm de outras cidades e Estados para trabalhar na Rainha da Borborema.

Entre outros pontos, o documento com treze páginas também sugere a criação de seguros para os passageiros, amplia a idade máxima do veículo para circular nas plataformas e estabelece um fundo de mobilidade urbana que obrigaria os aplicativos a deixarem 1% de tudo que é arrecadado para a cidade, assim como acontece em Brasília.

O Superintendente da STTP, Félix Neto, ajudou na construção do projeto. Ele explicou como funcionaria o bloqueio de motoristas de outras cidades em Campina Grande durante o São João. “a própria plataforma ela só libera corrida para os motoristas de Campina Grande. Então isso prestigia e fortalece o motorista da nossa cidade”, explicou.

FOTO BLOG DO PP

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta