Treze se diz prejudicado e vai à CBF protestar contra arbitragem

Três jogos e três empates. Mas poderiam ser muito bem três jogos e três vitórias caso não fossem os erros de arbitragem nas primeiras rodadas da Série C. Pelo menos é assim que a diretoria do Treze está vendo o início da trajetória do clube na terceira divisão. Na tarde desta segunda-feira (13), a diretoria convocou uma entrevista coletiva, onde prometeu denunciar os erros na comissão de arbitragem da CBF e garantiu que não aceita mais que os árbitros que apitaram os jogos contra Santa Cruz, ABC e Imperatriz voltem a trabalhar em jogos do Galo.

Os erros, segundo o diretor de futebol Ivandro Neto, teriam sido um pênalti não marcado a favor do Galo quando a partida do último sábado, no interior do Maranhão, estava zero a zero e um pênalti mal marcado logo em seguida a favor do time da casa. Os outros lances seriam um gol mal anulado contra o ABC e um pênalti a favor do Treze contra o Santa Cruz, que não teria sido marcado. Isso sem falar de um impedimento não marcado que teria resultado em um gol da Cobra Coral.

“Estamos de posse de vídeos que comprovam os erros da arbitragem em todos esses lances e vamos procurar a CBF. Não aceitamos que esses árbitros apitem mais jogos do Treze. É inadmissível que o clube esteja sendo prejudicado dessa forma. Não fosse por isso, o Treze hoje seria líder do Grupo A da Série C”, lembrou o presidente do Galo, Walter Cavalcanti Júnior.

Reapresentação

Após o empate pelo placar de 2 a 2 contra o Imperatriz no Maranhão o alvinegro se reapresentou hoje no Estádio Presidente Vargas. O time volta a campo no próximo sábado, quando recebe o Náutico no Amigão pela quarta rodada do campeonato nacional às 19h15.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta