“Não tem espaço pra cacique político”, afirma novo presidente do DEM em CG

Depois da tímida participação nas eleições municipais de 2016 em Campina Grande, quando a legenda somou apenas 2.159 votos, o Democratas (DEM) está de cara nova na Rainha da Borborema. O novo presidente municipal da legenda é o bancário Waldeny Santana, que assumiu recentemente chegou logo garantindo que o partido não vai ter espaço para caciques políticos. Ele defende um DEM formado por pessoas que já tem uma certa experiência, porém com uma “musculatura” política semelhante. A meta é que o Democratas consiga pelo menos três cadeiras na Câmara Municipal após as eleições de 2020.


“A nossa ideia inicial é formar um bloco onde todos tenham condições de disputar em condições de igualdade pra que não haja aquela luta onde candidatos de maior poder econômico se sobreponham sobre candidatos menores. Nossa ideia é formar um bloco onde todos tenham igualdade de oportunidades. O que importa é que tenha identidade de ideias. Mas não temos o intuito de abrir espaço pra caciques (políticos) e nem apadrinhados de caciques”, disparou em entrevista à Campina FM.

Na esfera nacional DEM apoia Bolsonaro e na Paraíba João Azevedo


Na esfera nacional, o DEM apoia o PSL de Jair Bolsonaro. Já no Estado, o PSB de João Azevedo. O novo presidente também falou sobre esse apoio de ideias opostas de governo. “Cada Estado tem sua particularidade. A aliança na Paraíba ela tem uma conjectura. No município ela pode ter outra. A gente tem que respeitar e compreender essas alianças de acordo com as particularidades. Ideologicamente existe um discurso e na prática existe outro em relação a algumas administrações. A gente não pode fazer essa verticalização. É impossível fazer essa verticalização.”, completou.


FOTOS DIVULGAÇÃO FACEBOOK

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta