Gráfica da UEPB vai deixar de existir por conta de corte de verba

A gráfica da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) deve fechar as portas no próximo mês. A informação é do reitor da UEPB, Rangel Júnior. Segundo ele, somente este ano a quantidade de livros impressos na gráfica vai ser reduzido em 50%, caindo de 46 para 23. O fechamento seria uma consequência das reduções de investimento do Governo do Estado na Universidade ao longo dos últimos anos.

“Em junho vamos fechar a gráfica da UEPB. Vamos pressionar todos os setores para migrar imediatamente para o processo digital. Vamos deixar de produzir papel timbrado, vamos parar de produzir livros”, disse em entrevista ao Jornal do Meio Dia da Rádio Campina FM.

O reitor explicou o motivo do fechamento. “Não tem dinheiro. Precisamos reduzir em R$ 4 milhões a despesa com pessoal. Parte do serviço vai para a terceirização e outra parte será demitida”, disse.

Rangel Júnior também revelou outros problemas que estão sendo gerados por conta dos sucessivos cortes de verba. “Doze veículos serão levados para leilão porque não vale a pena a manutenção. Eles rodam em média 70 mil quilômetros por ano e não temos orçamento para locar veículos”, pontuou.

FOTO PARAÍBA DEBATE

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta