Justiça mantém prisão de empresário que matou radialista em CG

O empresário Roberto Vicente Correia, o Robertinho, de 43 anos, teve a prisão mantida em audiência de custódia nesta segunda-feira (3). Ele é réu confesso do homicídio do radialista Joacir Oliveira Filho, de 35 anos, que foi morto com um tiro de pistola na última quinta-feira (30) dentro de um restaurante que fica no centro de Campina Grande.

Antes da audiência, familiares e amigos da vítima fizeram um protesto em frente ao Fórum Afonso Campos, onde cobraram uma posição exemplar da justiça em relação ao caso, que teria sido motivado por uma futilidade, um relógio.

Irmã e advogada da vítima, Monalisa Oliveira disse que o empresário saiu de casa na quinta-feira com a pré-disposição para matar. “Ele estava armado e completamente embriagado. Se não fosse meu irmão poderia ter sido qualquer outra pessoa porque ele estava pronto para matar”, disse.

Após a audiência, ficou mantida a prisão preventiva e o homem foi encaminhado para a Penitenciária Padrão de Campina Grande.

FOTO DIVULGAÇÃO TV BORBOREMA

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta