Safra de milho em Campina Grande foi perdida, afirma conselho rural

Apesar das chuvas dos últimos dias, a irregularidade das precipitações ao longo de 2019 provocou praticamente a perda de 100% das lavouras de milho de Campina Grande. A informação é do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável, que lembra que as lavouras foram plantadas logo nas primeiras chuvas, mas a falta de água acabou provocando perdas.


“A escassez já está aí, perdemos a primeira tentativa de plantar e não há garantia nenhuma de que exista crescimento não (Conforme afirmou a CONAB, estimando algo em torno de 2,5% na produção de milho). Eu creio que a situação no mínimo vai empatar com o ano passado. Na maioria das regiões de Campina Grande há uma perda de 100%”, disse o presidente do Conselho Rubem Silva.


“O agricultor é teimoso. Ele planta no primeiro momento, nas primeiras chuvas e havendo escassez ele perde tudo. Ocorre um fenômeno atípico na nossa temporada de chuvas. Estimar a produção em cima desse segundo plantio vai depender do comportamento das chuvas. Se as chuvas se mantiverem vai ser possível colher alguma coisa. Eu não acredito que exista crescimento em relação ao ano anterior”, completou o homem do campo em entrevista à Rádio Campina FM.

Garantia Safra

Com as perdas, a salvação de muitos agricultores é o Garantia Safra, que auxilia produtores que perderam pelo menos 50% da produção a amenizarem os efeitos das perdas. Nessa segunda-feira (17), no Instituto de Previdência do Servidor Municipal (IPSEM), foi realizada uma reunião com representantes do setor agrícola na região e a coordenação estadual do programa. Os agricultores receberão cinco parcelas de um valor de cerca de R$120 em 2020.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta