Suspeito de ataque a clínica que terminou com vigilante morto é preso em CG

Um homem foi preso na manhã desta terça-feira (20), em Campina Grande, suspeito de integrar uma quadrilha que atacou uma clínica no bairro da Prata para tentar resgatar um preso que fazia um exame. Wesley Cavalcanti Araújo, de 23 anos, o Lobão, foi preso no bairro de José Pinheiro. Outras sete pessoas suspeitas de participação nesse crime, que terminou com a morte de um vigilante, já foram detidas. O caso aconteceu no dia 25 de junho do ano passado.

De acordo com a delgada de homicídios, Nercília Dantas, a prisão do homem representa a elucidação completa do caso. Outras sete pessoas já haviam sido presas. “Só faltava ele, que estava foragido e foi detido hoje. Todos eles (os oito) planejaram o resgate e todos foram responsabilizados pelo homicídio do vigilante”, disse.

Relembre o caso

O grupo criminoso tentou salvar um detento identificado como Gio, que foi levado a clínica para fazer um exame médico. Na oportunidade, um vigilante reagiu e acabou morto durante uma troca de tiros. Duas pessoas foram presas e os dois veículos utilizados na ação foram apreendidos no mesmo dia.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta