Eduardo acusa Julian de tentar assumir liderança do PSL sorrateiramente

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) está acusando o deputado paraibano Julian Lemos (PSL-PB) de ter agido sorrateiramente na tentativa de assumir a liderança do partido na Câmara. Em live em uma rede social na noite desse domingo (20), Eduardo disse que Julian “farejou” uma oportunidade e estaria tentando cooptar votos para superar o atual líder Delegado Valdir (PSL-GO) e o próprio Eduardo, que a partir do desejo pela liderança deu início a um verdadeiro processo de guerra dentro do próprio partido.

Como suposta retaliação a não eleição do filho, o presidente Jair Bolsonaro acabou retirando a deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) da liderança da legenda no Congresso. Ao longo dos últimos dias, Eduardo e Joice vem trocando farpas nas redes sociais.

Sobre Julian, Eduardo disse. “O Julian Lemos nesse meio tempo buscou apoio de algumas pessoas do governo para tentar se emplacar como líder do governo do PSL. Então ele farejou uma oportunidade. Quis dizer que, olha nem Eduardo e nem Valdir, quem sabe eu vou conseguir aqui as assinaturas necessárias para ser líder do PSL”, pontuou.

Post

Nos últimos dias, o deputado Eduardo Bolsonaro postou em uma rede social uma montagem de um homem sentado em uma privada com a cabeça de Julian Lemos. O deputado paraibano teria “pedido para ir ao banheiro” após uma suposta intenção do partido de ver ele assumiu o lugar do deputado goiano na liderança do partido. “E por isso também que eu fiz aquele post. Realmente não foi dos mais elegantes. Depois eu acabei deletando. Mas é realmente para matar na raiz, pra não permitir que pessoas como essa venham a crescer. As pessoas estão com mania de sempre achar que são mais inteligentes do que o próprio presidente”, pontuou.  

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta