João deve escolher novo partido até fim do ano; três já fizeram convite

O governador João Azevedo deve estar em um novo partido até o final do ano. A ideia do chefe do executivo estadual é começar 2020 já na nova legenda. Ele já recebeu convites de Podemos, PTB e PDT. João anunciou saída do PSB nessa terça-feira (3). Como justificativa ele alegou estar saindo “em busca da democracia perdida”.

No entanto, João Azevedo disse ainda não ter iniciado um diálogo para negociar com nenhuma legenda. “Quero agradecer aos inúmeros convites que tenho recebido, de dirigentes estaduais e nacionais, para ingressar em uma nova legenda. Não abri diálogo e nem avancei em qualquer tratativa, ante minha filiação anterior ao PSB. Mas irei fazê-lo neste final de ano, a fim de iniciar 2020 em uma nova e acolhedora casa. Não pretendo criar novo partido ou seguir modismos oportunistas”, disse na carta de desfiliação do PSB.

Como justificativa para a saída, entre outras coisas, João Azevedo disse que teve como principal antagonista ao governo o próprio partido. “A maioria das críticas – ou melhor, dos ataques –, veio de membros do nosso próprio partido. E não foi do militante lá na ponta ou de alguém que votou e contribuiu de alguma forma, talvez desgostoso com algum fato menor ou desentendimento com alguém dos quadros governamentais. O antagonismo veio de figuras de proa do PSB, que mesmo antes da Intervenção ou do golpe, já atacavam o Governo, secretários e o governador”, disse.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta