Juiz mantém prisão de Ricardo Coutinho e nega cela especial

O ex-governador Ricardo Coutinho passou por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (20) e teve a prisão mantida pelo juiz Adilson Fabrício, que encaminhou o preso para uma cela coletiva na Penitenciária de Segurança Média de Mangabeira. O magistrado negou um pedido da defesa de mandar Ricardo para uma cela especial no Batalhão da Polícia Militar.  

“Ele ficará em uma cela coletiva com os demais envolvidos nesse processo criminal. E isso será até melhor para ele no dia a dia no cárcere”, determinou o magistrado respondendo o advogado de defesa.

O juiz ainda determinou que Coutinho ficasse próximo ao irmão, Coriolano Coutinho, também preso na sétima fase da Operação Calvário, porém, separado de Waldson (de Sousa), ex-secretário de Estado, e Gilberto Carneiro, que foi procurador geral do Estado.  

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta