Duas pessoas ficam feridas durante invasão de plenário na CMCG; Clima segue tenso

Duas pessoas ficaram feridas durante uma invasão ao plenário da Câmara Municipal de Campina Grande na manhã desta segunda-feira (30). Um dos feridos é um segurança que tentava impedir que manisfestantes invadissem o plenário. Um manifestante também se feriu. No momento, os vereadores tentam dar sequência a sessão extraordinária marcada para esta segunda, quando devem ser votadas doações de terrenos, inclusive do Hospital Universitário Alcides Carneiro, e do aumento da alíquota de 11 para 14%, motivo que levou um grupo de manifestantes até o local para tentar impedir a votação.

A presidente da casa, vereadora Ivonete Ludgério, responsabilizou o presidente do Sintab (Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e Borborema), Giovani Freire, pela invasão. Ela disse que a CMCG vai fazer um boletim de ocorrências porque equipamentos foram depredados. “Pedi a procurado para registrar o boletim de ocorrências. Quebraram a rádio. Vamos ficar pelo menos um mês sem funcionamento”, disse.

Ela disse que nunca havia visto nada igual na Casa de Félix Araújo em quatro mandatos, mas prometeu dar sequência a tentativa de realizar a sessão. “Vamos esperar a cabeça do pessoal esfriar e a gente vai continuar com as discussões e a votação”, completou.

No momento, a Polícia Militar tenta acalmar os ânimos para que a sessão possa continuar.

FOTO VICTOR SILVA/CAMPINA FM

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta