Vítimas e autor de tragédia são sepultados no mesmo cemitério

O corpo de Damião Monteiro da Costa, que matou duas mulheres e em seguida se matou, foi enterrado na manhã dessa segunda-feira (6) no cemitério do bairro de José Pinheiro, onde os crimes aconteceram na noite do último sábado. O homem foi velado e sepultado ao lado da irmã, Geni Monteiro Costa, de 78 anos. Ele matou a irmã, a namorada do sobrinho, Cíntia Raquel, de 22 anos, e ainda tentou matar o sobrinho, Alisson Ramos Sales de Carvalho, de 23 anos.

O crime aconteceu na noite do último sábado (4), por volta de 21h, quando Alisson e a namorada chegavam de uma piscina onde haviam passado o dia com amigos. Ao descer do carro, o jovem disse ter sido recebido a bala pelo tio, que atirou nele e depois invadiu a casa de Geni Monteiro, onde ainda atirou na proprietária da residência e em Cíntina Raquel. Em seguida, o homem teria se trancado dentro da casa dele e se matado.

As três vítimas foram socorridas para o hospital de trauma. Geni morreu ainda na noite do sábado. Cíntia passou por cirurgia, mas não resistiu e morreu na manhã do domingo (5). Já Alisson foi o único sobrevivente. Segundo ele, o crime teria sido motivado por uma herança que o homem teria que dividir com Geni e que achava que o jovem, que era filho de criação da mulher, estava tentando tomar para ele.

O sepultamento de Cíntia aconteceu no final da tarde dessa segunda-feira e foi marcado por muita comoção. A jovem de 22 anos começaria a trabalhar definitivamente em uma loja em um shopping da cidade no dia em que foi sepultada.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta