Advogado é preso suspeito de liderar organização criminosa na Paraíba

O advogado Flávio Márcio de Sousa Oliveira, de 39 anos, foi preso no último sábado no bairro de José Pinheiro, em Campina Grande. Ele é suspeito de liderar uma organização criminosa com atuação em vários crimes, entre eles homicídios, tráfico de drogas e ataques contra instituições financeiras. Contra ele já havia um mandado de prisão em aberto e o homem era considerado um foragido da justiça.

Na manhã desta segunda-feira (29), os delegados responsáveis pelo caso fizeram uma entrevista coletiva para dar detalhes da prisão. Participaram da entrevista o superintendente regional de Polícia Civil, André Rabello, e os delegados Diego Beltrão, Demétrius Patrício, Iuri Givago e Eduardo Almeida.

A atuação do advogado começou a chamar atenção no ano passado, no âmbito da Operação Ladinos, desencadeada no Sertão. Em duas fases, 22 pessoas foram presas e ele representou praticamente todos os detidos.

Segundo a investigação, além de mentor intelectual de vários crimes, Flávio era também o responsável pelo fornecimento de armas para a prática dos crimes. Ele negou e está preso em um quartel da Polícia Militar.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta