Mulher é presa suspeita de planejar ataque que resultou em morte de vigilante

Uma mulher de 32 anos de idade e com uma condenação de 17 anos de prisão em regime fechado foi presa na noite desta terça-feira (30) em uma residência no bairro do Ligeiro. Segundo a Polícia Civil, ela é companheira de um dos líderes do tráfico de drogas na zona leste de Campina Grande e também em outras cidades da região, como Esperança, Remígio e Areia.

A mulher também é suspeita de planejar a fuga do companheiro, atualmente preso no PB1 em João Pessoa, no ano de 2018 em  Campina Grande. A tentativa de resgate do criminoso aconteceu no dia 25 de junho, quando o apenado chegava para fazer exames médicos no bairro da Prata. Pelo menos oito criminosos, em dois carros e duas motos participaram da ação criminosa, que terminou com um vigilante que estava em uma guarita baleado na cabeça e morto.

Foragida desde outubro de 2019, a mulher  será encaminhada à Penitenciária Feminina de Campina Grande, para o cumprimento da pena imposta.

 

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta