Vereador denuncia “emissários do caos” que estariam agindo contra Campina Grande

Durante pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Campina Grande na sessão desta quarta-feira (3), o vereador Waldeny Santana (Democratas) voltou a defender de maneira firme a liberdade do cidadão para trabalhar, estudar e exercer sua religião sem o controle social do Estado.

Segundo o parlamentar, “a ditadura do politicamente correto está sendo esmagada”, numa referência à ocupação dos espaços por vozes que não silenciam diante da tentativa de grupos ideológicos de impor suas opiniões.

Waldeny destacou que Campina Grande mantém um quadro menos grave que o de outros municípios no que se refere aos números da pandemia, ponderando que é preciso manter a firmeza das medidas sanitárias, não afrouxar nos cuidados contra o coronavírus, mas denunciando o que chama de ação de “emissários do caos”.

“Não quero acreditar que esse encaminhamento de pacientes com Covid-19 para o nosso município tenha a finalidade de nos mudar de bandeira. Não quero acreditar que a aferição de sinais de celular seja usada para impedir que Campina Grande vá para a bandeira verde. Não quero acreditar”, disse.

O vereador voltou a afirmar que medidas radicais, como o lockdown, não surtem efeito e condenou qualquer tentativa de rompimento das liberdades individuais constitucionais.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta