Homem que matou companheira com fio de cabo de celular no RJ é preso no Cariri paraibano

A Polícia Civil da Paraíba, por meio da 14ª Delegacia Seccional (sediada em Monteiro), prendeu nesta sexta-feira (5), Luciano de Gouveia, de 34 anos, em São João do Cariri. O homem que é natural de Gurjão, Cariri, é suspeito de ter assassinado a ex-companheira, Selma de Maria Silva Almeida, 49 anos, no Rio de Janeiro. Ele teria usado o cabo de um fio de celular para matar a vítima por enforcamento. Ele teria praticado o crime por ciúmes da mulher porque ela havia postado uma foto nas redes sociais.

O crime aconteceu no dia 22 de janeiro, em Rio das Pedras, zona oeste do Rio. A Polícia Civil carioca entrou em contato com a Polícia Civil paraibana, já que o suspeito poderia ter fugido para a terra natal. De posse das informações, a 14ª Delegacia Seccional articulou uma operação policial para capturar o suspeito, que já tinha mandado de prisão expedido pela justiça do Rio.

“Então, nós fizemos todos os levantamentos necessários e conseguimos prender esse foragido da justiça na casa de seu avô, em São João do Cariri. A prisão já foi comunicada à Polícia Civil do Rio de Janeiro”, disse o delegado seccional Jorge Luís.

Além desse crime, outro mandado de prisão – por estupro de vulnerável – também pesava sobre Luciano, expedido pela justiça da Paraíba. “Ele era, inclusive, foragido da cadeia pública de Serra Branca”, frisou Jorge Luís.

O preso já foi encaminhado a uma unidade prisional, onde permanece à disposição do Poder Judiciário.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta