COVID-19: Veja como fica vacinação drive-thru nesta sexta-feira em Campina Grande

A Secretaria de Saúde de Campina Grande emitiu um comunicado sobre as ações de vacinação, em drive-thru, que estão previstas para acontecer nesta sexta-feira (16). As ações estão suspensas pela manhã, porque é neste período que está prevista a chegada da nova remessa de doses ao município. Após o recebimento, a Secretaria de Saúde vai informar se realizará a vacinação ainda na tarde de hoje ou se somente neste sábado (17).

As ações de drive-thru se referem à aplicação das segundas doses dos idosos de 70 a 74 anos de idade, que tomaram a primeira no dia 20 de março, na agência do INSS do bairro Dinamérica e no Parque da Liberdade. A aplicação será realizada nos mesmos locais, restando apenas confirmar se será possível a aplicação ainda na sexta ou no sábado.

“Tão logo o imunizante esteja sob nossa administração, vamos viabilizar tudo para realizar as vacinações e não comprometer o início da aplicação das segundas doses dos idosos de 70 a 74 anos, que começa justamente pelas ações de drive-thru. As pessoas que se vacinaram nos pontos fixos, terão seu cronograma garantido”, explicou o secretário de Saúde, Filipe Reul.

Além das ações para o público de 70 a 74 anos, a nova remessa também vai atender as pessoas de 75 a 79 anos, que deveriam ter recebido a segunda dose esta semana e que ainda não foram contempladas. A Secretaria de Saúde também vai elaborar o cronograma e a estratégia para atender a esse grupo.

O secretário Filipe Reul frisou a necessidade de fechar o esquema vacinal e assegurou a eficiência da imunização. “O importante é que o ciclo de vacinação seja completado com as duas doses. Não será necessário reiniciar o ciclo. Então, eu peço compreensão à população, que nós vamos vacinar todas as pessoas”, disse.

Campina Grande já aplicou 88% das 82.048 unidades recebidas, sendo 58.338 primeiras doses e 13.867 segundas doses. Esses números são extraídos do sistema SI-PNI, do Ministério da Saúde. O quantitativo restante se refere aos dados que ainda não foram registrados na plataforma, às perdas técnicas e à reserva de imunizantes AstraZeneca/Oxford.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta