Bolsonaro assina MP que permite a volta de programa de suspensão de contratos

O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta terça-feira (27) uma pedida provisória com a reedição do BEm, programa que permite a suspensão de contratos e redução de jornadas de trabalho e salários. Segundo a Secretaria Geral da Presidência da República, a MP será publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (28).

O programa é considerado pelo ministro da economia, Paulo Guedes, como um dos mais bem sucedidos na contensão de danos econômicos da pandemia.

No ano passado, 10 milhões de contratos foram feitos com base no programa, evitando demissões no setor formal. O programa custará R$10 bilhões.

Com Veja

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta