“JUDAS”: Homem que matou após abraçar vítima é preso no Rio de Janeiro; Crime aconteceu em Queimadas

Mais uma ação conjunta da Polícia Civil da Paraíba com a Polícia Civil do Rio de Janeiro resultou na prisão de um foragido da justiça. Desta vez o alvo foi um homem de 36 anos, que é suspeito de assassinar Vinícius Silva Souza, de 26 anos, no município de Queimadas, Agreste paraibano. O investigado foi preso nesta quinta-feira (15) no Rio de Janeiro.

O crime aconteceu em 2017. De acordo com as investigações da 11ª Delegacia Seccional (sede em Queimadas-PB), o suspeito nutria uma ‘rixa’ com a vítima há muito tempo. No dia do crime, eles se encontraram em uma festa, mas Vinícius foi conversar com o desafeto, chegando inclusive a abraçá-lo, de modo que ambos esquecessem as desavenças.

“Só que, quando Vinícius saiu da festa em sua moto, o suspeito já estava esperando em um local ermo e preparou uma emboscada, matando a vítima a tiros. Desde então, ele fugiu da cidade, mas nós conseguimos localizá-lo no Rio de Janeiro, onde a Polícia Civil carioca realizou sua prisão na manhã de hoje”, disse a delegada seccional Maíra Roberta.

Em áudio

Ao saber da prisão do assassino do filho, a mãe de Vinícius enviou um áudio para a delegada Maíra, agradecendo pelo trabalho realizado pelas duas polícias.

“Vocês foram excelentes pessoas. Eu estou como se isso tivesse acontecido hoje. Só Deus mesmo para pagar a vocês o que fizeram por mim, pelo meu filho, pela mulher dele e a família dele”, disse a mãe da vítima.

O homem preso deverá ser encaminhado ao estado da Paraíba, onde ficará preso à disposição da justiça.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta