Mulher é presa por maus tratos animais em Campina Grande; Ela agredia e mesmo tendo ração, deixa cães passarem fome

Uma mulher foi presa suspeita de maus tratos animais no bairro da Liberdade, em Campina Grande. A prisão aconteceu na última quinta-feira, porém. o caso só foi divulgado nesta quarta-feira (11). Ela é suspeita de ter deixado 11 cães em avançado estado de desnutrição mesmo após ter recebido ajuda de uma protetora animal da cidade, que fez a doação de rações para ela cuidar dos animais.

A informação foi confirmara pela coordenadora do Centro de Zoonoses de Campina Grande, Aretusa Nascimento. “Na última quinta-feira, dia cinco, o Centro de Controle de Zoonoses acompanhou a Polícia Militar em uma denúncia de maus tratos, onde havia 11 cães em situação de grave desnutrição. Na verdade, essa família estava recebendo ajuda de ração para esses animais, através de uma protetora voluntária, que acreditava que a família estava passando por uma situação financeira difícil e não estava conseguindo alimentar os cães. Porém, com o passar das semanas o quadro dos animais não evoluiu, eles não ganhavam peso e isso nos preocupou e fomos chamados para ir até o local”, disse.

A mulher não apenas deixava os animais passarem fome como também espancava os cães, de acordo com denúncias. “Também houve a denúncia de espancamento desses animais. Chegando ao local foi constatado que os animais estavam em estado de desnutrição muito grave. Todos os animais foram resgatados e estão no Centro de Zoonoses (foto). A acusada foi conduzida até a delegacia, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante. Ela ficou presa. Hoje nós temos uma Lei Federal 9.605, artigo 32, que teve uma alteração e trouxe para esse artigo uma qualificadora para o crime de maus tratos”, pontuou, explicando a prisão.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta