Bandido morto em confronto com a polícia mantinha fotos de crianças nuas e investigação apura rede de pedofilia

A Polícia Civil descobriu que Raimundo Nonato da Costa, de 57 anos, morto em confronto com policiais no último dia 12 de agosto na zona rural de Pombal, Sertão, mantinha um material com fotos de crianças nuas. Algumas imagens mostram meninas de aproximadamente oito anos de idade, sem roupas, em alguns compartimentos da granja em que ele estava quando foi localizado pela polícia.

Uma das crianças aparece nua na sala, no banheiro e na piscina da casa. Uma das fotos registradas mostra a menina com a calcinha à altura dos joelhos. A Polícia Civil está investigando se o criminoso participava também de uma rede de pedofilia, pois outras pessoas podem estar envolvidas nesses crimes.

Além dessas imagens, os policiais também encontraram dois vídeos gravados pelo próprio Nonato, antes do confronto com a polícia. Eles mostram o revólver e a pistola apreendidos durante a operação, bem como as porções de drogas que estavam em seu poder.

Em um dos vídeos, o homem que comandava o crime em uma grande área do Sertão paraibano se vangloria do revólver que exibe, dizendo que a arma “pega bala de 44”.

Raimundo Nonato da Costa respondia a 13 processos judiciais, por crimes diversos, e era apontado como o chefe de uma organização criminosa responsável por roubos a bancos, tráfico de drogas e assassinatos.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta