Mãe que abandonou filha recém-nascida em calçada presta depoimento; Criança passa bem

A jovem de 19 anos que deixou a filha em uma calçada dois dias após o parto prestou depoimento na manhã desta quinta-feira (25). A delegada Joana Dar’c, da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra Infância e Juventude de João Pessoa, foi a responsável por ouvi-lá.

“Ela se reservou ao direito de não dizer quem é o pai e se mostra muito arrependida. Fala dos cuidados que teve ao deixar a criança. Quando retornou para ver se a criança havia sido acolhida por alguém, tinha uma senhora pegando a criança. Falou que escondeu a gravidez e disse que havia o medo da não aceitação”, informou Joana.

“Quando a irmã mais velha dela a reconheceu no vídeo, em uma conversa séria ela assumiu o risco. Tem todo um contexto. Vemos que é uma família humilde mas tem toda estrutura. Nossa parte, a parte criminal é a do abandono. A parte da criança fica a cargo da segunda Vara da Infância”, completou.

De acordo com a investigadora, a mãe responderá por abandono de incapaz. Ela apresentará defesa e haverá um estudo psico-social para saber o que a levou ao abandono da criança. A recém-nascida recebeu alta médica do Instituto Cândida Vargas (ICV) no fim da manhã. De acordo com o Conselho Tutelar, ao deixar a maternidade, a criança foi encaminhada a um abrigo, onde será institucionalizada.

Mais sobre o caso

A mãe foi encontrada após serem divulgadas imagens de câmeras de segurança nas imediações do local onde a bebê foi localizada por uma mulher. Ela estava enrolada em um tapete na porta de uma casa. Após ser encontrada, a criança foi socorrida para a maternidade Cândida Vargas, onde recebeu tratamento e foi acolhida pelos profissionais de saúde, que a batizaram de Ana Vitória.

Segundo a mãe da criança, o “medo da família não aceitar o bebê” a levou a rejeitar a criança. Ela ainda disse que a mãe chegou a desconfiar da gravidez. “Pensei (em tirar), só que…”, completou. “Eu não queria fazer isso, nunca quis. Se eu pensasse antes não tinha feito isso não”, finalizou.

Com Portal T5

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta