Anielle foi morta por esganadura e ainda aspirou lama, aponta perícia

Exames realizados pelo Instituto de Polícia Científica (IPC) encontraram lama nas vias aéreas de Anielle Teixeira, de 11 anos. De acordo com a chefe de Medicina Legal, Cristiane Helena, foi confirmada a morte por estrangulamento, mas testes ainda devem realizados para identificar se houve agressão sexual.

“A questão do corpo ter sido encontrado em decomposição, atrapalha o resultado dos exames. Será testado um novo protocolo se não for estabelecida primariamente a afirmação de crime sexual”, disse a médica. Para perícia, a lama encontrada no corpo da menina foi um novo dado. “Após o ataque, ela conseguiu respirar e acabou aspirando lama.”, concluiu.

O corpo da criança foi encontrado na madrugada da quarta-feira (8), no bairro do Miramar, em João Pessoa. A menina tinha sinais de violência sexual e agressões. Ela estava em uma área de vegetação próxima ao Rio Jaguaribe.

O enterro da menina aconteceu, sob forte comoção, na tarde dessa quinta-feira (9), por volta das 15h30. No mesmo dia, a Justiça manteve a prisão do suspeito da morte. O homem confessou, em depoimento ao delegado Rodolfo Santa Cruz, que matou a garota, porém negou as acusações de estupro.

Com Portal T5

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta