Ato vai reunir em Campina Grande entidades e a sociedade em defesa da duplicação BR-230

Essencial para o desenvolvimento do interior da Paraíba, a duplicação da BR-230, trecho entre o km 152,3, na Alça Sudoeste, ao km 183,90, na Praça do Meio do Mundo, é uma obra que vem ganhando a atenção da sociedade.

É por esse percurso que passam diariamente milhares de veículos, que seguem para várias regiões do Estado, como o Cariri, Sertão, Alto Sertão, Seridó e parte do Curimataú. O alto fluxo de veículos, a freqüência nos acidentes, muitos com vítimas fatais, e a necessidade de melhorar o acesso ao interior faz dessa uma obra essencial.

Pensando nisso, a Câmara Municipal de Campina Grande deu início a um movimento em defesa da duplicação, que vem ganhando corpo, com adesão de vários segmentos da sociedade e de outras instituições públicas.

De acordo com informações repassadas à Câmara Municipal pelo DNIT, o projeto da obra já está pronto, esperando apenas o aporte de recursos federais para seu início. Ainda segundo o DNIT, a duplicação – que contará com a construção de três viadutos em seu percurso – demandará cerca de R$ 400 milhões, sendo necessários 10% desse montante para iniciar as obras.

“Desses R$ 40 milhões, o órgão já conta com R$ 8 milhões e espera que o restante venha de emendas da bancada. Ou seja, o destino desse projeto tão fundamental está nas mãos dos nossos deputados e senadores, razão pela qual estamos buscando mobilizar a sociedade para mostrar a importância da duplicação e garantir as emendas por parte dos nossos congressistas”, explicou o vereador Marinaldo Cardoso, presidente da Câmara.

Nesse propósito, a Câmara, Famup e as entidades que integram o grupo de trabalho formaram um comitê, que organiza para o próximo dia 5 de novembro um ato em prol da duplicação do trecho da rodovia federal.

O evento acontecerá às 9h no auditório da Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep), em Campina Grande, dentro dos protocolos sanitários estabelecidos em virtude da pandemia. O ato vai reunir prefeitos, vereadores, deputados, senadores e contará com representantes de várias entidades.

INTEGRANTES

Lançado pela Câmara de Vereadores de Campina Grande, o movimento conta a participação efetiva de várias entidades e instituições, entre elas, a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), a Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep), Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), Associação Comercial de Campina Grande (ACCG), Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campina Grande (CDL-CG), Sindicato da Indústria da Construção Civil da Paraíba (Sinduscon) e Associação Campinense de Imprensa (ACI).

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta