Dose de reforço para gestantes passa a ser aplicada com quatro meses de intervalo a partir desta sexta

A partir desta sexta-feira (11), a terceira dose ou dose de reforço da vacina contra a Covid-19 para as mulheres gestantes e puérperas, que deram à luz nos últimos 45 dias, passa a ser administrada quatro meses após a segunda dose, assim como acontece para todos os adultos. Anteriormente, a dose de reforço era aplicada em mulheres nesta condição com intervalo de cinco meses.

A decisão por reduzir o prazo foi tomada para aumentar a proteção desse público e dos bebês. Em Campina Grande, a vacina para mulheres grávidas é aplicada no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA), de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h. A vacina preconizada para o público na terceira dose é a do laboratório Pfizer.

“É essencial que as gestantes se vacinem porque temos tido um aumento de internações. Apesar de serem casos leves, internação sempre inspira cuidados”, explicou a diretora da maternidade, Dra. Suelem Taís.

Atualmente, na Unidade Obstétrica de Superação da Covid-19 (UNIDOS), que fica no ISEA, estão internadas dezoito mulheres, todas em leitos de enfermaria. Entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022, o número de admissões de pacientes com covid-19 na ala subiu de 3 para 38.

Crianças – A vacinação infantil foi suspensa nesta quinta-feira, 10, já que a Secretaria Municipal de Saúde aplicou todas as doses que recebeu para este público, contudo, a vacinação para o grupo de crianças de 5 a 11 anos retorna nesta sexta-feira, 11. Até o momento, já foram imunizadas 15.870 crianças, 41% do público-alvo.

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta