Mulher que matou sogra em Natal por não aceitar fim de relacionamento é presa na PB

Elisângela Alves da Silva, de 45 anos, foi presa nesta quarta-feira (29) na cidade de Guarabira. Ela é suspeita de matar a idosa Ioneide Maiza da Silva, de 75 anos, no dia dois de julho de 2021 em Natal, capital do Rio Grande do Norte. Segundo as investigações da Polícia Civil, Elisângela é ex-companheira do filho da idosa e não se conformava com o fim da relação.

No dia do crime, a suspeita havia dormido na casa da vítima, no bairro Nossa Senhora da Apresentação, onde também morava o filho. Após sair da residência, ele recebeu uma ligação da ex-companheira e retornou para o local, onde encontrou a mãe morta estrangulada por um fio de carregador e com um saco plástico na cabeça.

Após as diligências, a filha da investigada confirmou à polícia que a mãe teria se desfeito do aparelho celular, deixando-o em sua residência, pediu desculpas e saiu do local. Além disso, foi constatada a subtração de uma quantia de R$ 700 da casa da vítima. Elisângela Alves já havia sido presa em julho de 2021, quando confessou a prática do crime. Ela respondia em prisão domiciliar, até romper a tornozeleira eletrônica e fugir para a Paraíba.

O mandado de prisão foi cumprido por policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em ação conjunta à Polícia Civil da Paraíba (PCPB) e da Polícia Militar da Paraíba (PMPB). Após o cumprimento do mandado de prisão, Elisângela foi encaminhada ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Com Blog do BG

Paulo Pessoa Autor

Deixe uma resposta